Perdoe-me padre, eu pequei.

24/04/2017

YJC

Não sei ao certo em que momento dá minha infancia deixei a inocencia pra trás, na verdade não me lembro se realmente fui inocente em algum momento da minha vida.

Essa não é a minha história, nem a sua, nem a dela. Essa é a história de garotas ruins que já foram boas um dia. 

Mentira I: